Carregando...
Garantia Boss Pneus 2018-04-18T14:27:58+00:00

TERMOS E CONDIÇÕES DE GARANTIA LIMITADA

O Termo de Garantia Limitada cobre os pneus comercializados pela BOSS Pneus, sendo as marcas POWERTRAC, GOODRIDE, SAFERICH, NANKANG. ROADMARCH, LINGLONG, SAILUN, DELIUM, FORCEUM, JK TIRES.

Prazo de Garantia

A cobertura de garantia limitada é de 5 (cinco) anos, exceto POWERTRAC que é de 8 (oito) anos a partir da data de fabricação inscrita no DOT na lateral do pneu.

DOT são inscrições na lateral do pneu onde contem todas as informações como: data de fabricação, construção, medida, índice de carga, índice de velocidade, etc.

01 – Marca – NANKANG
02 – DOT – 4417 Fabricado na quadragésima quarta semana de 2017 03 – Pais de origem – China
04 – Índice de velocidade – 91H
05 – Estrutura – Radial Tubeless
06 – Medida – 205/60R15
07 – Modelo / desenho – Radial G/T

Condições de cobertura

01 – Marca

02 – DOT

03 – Pais de origem

O produto deve apresentar falha de fabricação / matéria e ou vícios qualitativos a ser confirmado por um técnico credenciado pela BOSS Pneus.

Todas garantias são limitadas ao proprietário sendo necessário a nota fiscal para comprovação. Ela não é transferida a terceiros, pessoa física ou jurídica.

Não há garantia com base em quilometragem média, máxima ou mínima.

Situações não Cobertas

  • Pneu que apresente em qualquer ponto da banda de rodagem a profundidade de desenho inferior a 1,6mm, de acordo com a Resolução numero 558/80 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito);
  • Pneu reformado, recapado, recauchutado, remoldado ou consertado sob qualquer sistema de reforma ou reparo;
  • Pneu cuja inscrição do DOT tenha sido raspada ou cortada.
  • Pneu marcados “NA” (Non-Adjustable – Não Ajustavel) ou “Blem” (Blemished –Imperfeição visual)
  • Pneus previamente ajustados.
  • Aplicação inadequada do pneus ou uso de câmera de ar em pneus tipo sem câmera e viceversa, uso de câmera inadequada, uso de câmera reutilizada, conserto à quente ou fora das dimensões permitidas pela ABNT, consertos aplicados pelo lado externo do pneu ( conhecidos popularmente como “macarrão”), uso inapropriado de selante, água ou materiais estranhos dentro do pneu.
  • Alteração no pneu, substituição de medida de pneu ou aro fora dos padrões recomendados pelo fabricante, aro torto, empenado ou excêntrico. Aros enferrujados ou soldados, aro em largura ou diâmetro não permitido.
  • Custo de montagem e desmontagem, serviços de balanceamento ou alinhamento
  • Perda do prazo de garantia ou pneus expostos por longos períodos às intempéries climáticas ou a sol e pneus montados em veículos parados por longos períodos em mesma posição.
  • Pneus instalado em veículos com blindagem não original do fabricante.

Falhas não cobertas

Não são cobertas falhas decorrentes de aplicações incorretas, manutenção inadequada ou manuseio por terceiro, como

  • Aplicação Incorreta

    – Marcas de acelerações bruscas e ou sinais de travamento do sistema de freios;
    – Avarias como furos, cortes, rompimentos, arranchamentos e roçamentos em qualquer parte dos pneus, consequentes de atrito ou impacto acidental contra objeto estranho, buraco ou obstáculo;
    – Falhas ocasionadas por utilização inadequada em relação as especificações do pneu, quando ao tipo de pavimento, sentido de rotação, eixo e lado de montagem;
    – Sinais de sobrecarga; falhas provenientes de aplicação inadequada em relação às especificações do veiculo, como medida, serie, aro, capacidade de carga e índice de velocidade.

  • Falha, danos ou desgastes irregulares provocados por:

    – Picotamento, cortes, bolhas, impactos, frenagens bruscas, colisão ou acidentes.
    – Fogo, acidental ou vandalismo, inflação inadequada, montagem e ou desmontagem irregular, sobrecarga, rodar vazio.
    – Excesso de velocidade, uso em corridas e rachas, provas de arrancada, rodar em alta velocidade (cavalo de pau).
    – Danos provocados por correntes.
    – Contaminações por derivados de petróleo, contaminação por ozônio
    – Pneus montados em veículos com a utilização de equipamentos de auto inflação (conhecidos popularmente como “rodoar”)
    – Condições mecânicas do veiculo, incluindo alinhamento irregular, balanceamento irregular, amortecedores vencidos, freios com regulagem irregular, balanceamento irregular, suspensão alterada, folgas em rolamentos e buchas.

  • Manutenção inadequada

    – Desgaste irregular ou prematuro, decorrente de problemas mecânicos do sistema de suspensão, direção, freios ou chassis do veiculo;
    – Deterioração por contaminação de qualquer produto químico derivado de petróleo;
    – Separação entre a partes ou rachaduras provenientes da utilização com pressão de ar interna insuficiente ou excessiva.
    – Manuseio por terceiros
    – Avarias provocadas por montagem e ou desmontagem incorretas
    – Falhas ocasionadas pela aplicação incorreta de conserto.

Reembolso

Na comprovada ocorrência de uma falha de fabricação e ou vicio qualitativo, a BOSS Pneus creditará o valor percentual correspondente na compra de um pneu novo de igual medida e modelo ou equivalente, descontando percentualmente o desgaste da banda de rodagem no momento da constatação da falha, menos 1,6mm conforme CONTRAN 558/80.

Manuseio dos pneus.

Recomendamos que todo e qualquer manuseio com o pneus seja feito por profissionais qualificados como o uso correto de EPI (Equipamento de Proteção Individual)

Montagem dos pneus.

  • Deve ser feita em aros corretos e em perfeito estado de conservação.
  • Com ferramentas e processos adequados e por profissionais qualificados experiente.
  • Em pneus novos que exigem câmara de ar, instalar câmaras e protetores novos de medida adequada ao pneu.
  • Em pneus novos para uso “Sem Camara”, substituir as válvulas por outras novas.
  • Em pneus novos para uso “Sem Camara”, desaconselha-se a montagem com câmara de ar.
  •  Num mesmo eixo, nunca manter pneus de marca, tipo, medida ou modelo diferentes, pois afetara a dirigibilidade do veículo.

Controle de pressão

  • Conforme as recomendações do fabricante do pneu.
  • Somente com pneus frios, pois quando quentes podem alterar a pressão.
  • Pelo menos uma vez por semana ou sempre antes de iniciar uma vigem.
  • Com calibradores aferidos
  • Nunca acerte a pressão esvaziando os pneus quentes, pois este procedimento pode causar danos irreparáveis na carcaça;
  • Coloque as tampinhas nas válvulas.

Faça balanceamento de rodas

  • Por ocasião da troca de pneus
  • Sempre que surgirem vibrações
  • A cada 10.000km rodados.

Controle o alinhamento

  • Por ocasião da troca dos pneus
  • Sempre que os pneus apresentarem desgastes irregulares.
  • Após fortes impactos em buracos ou obstáculos.
  • Sempre que o veiculo apresentar tendência de deriva ou instabilidade
  • Sempre que forem substituídos componentes da suspenção ou direção.
  • A cada 10.000km

Durante o dirigir evite

  • Impactos em buracos e obstáculos.
  • Arrancadas e freadas bruscas desnecessárias.
  • Subidas ou raspar no meio fio.
  • Velocidades incompatíveis com o tipo e condição da estrada, assim como o tipo de pneu.
  • Paradas sobre óleo, solventes ou outro derivado de petróleo.

Faça rodízio

  • De acordo com o esquema recomendado do manual do fabricante do veiculo
  • A cada 10.000km rodados, de preferencia, com todos os pneus.

Verifique periodicamente os pneus

  • Se não apresentam avarias
  • Se não apresentam desgastes irregulares
  • Se não existem pedras ou outros objetos encravados no desenho.
  • Se não estão perdendo pressão.
  • Se não foram atingidos os indicadores de desgastes (TWI).

Consertos de furos nos pneus

  • Devem ser feitos por profissional experiente, com ferramentas e materiais adequados.
  • Os furos nos pneus devem ser limpos e preenchidos para evitar infiltrações de umidade.
  • A umidade pode causar deteriorações na estrutura do pneus e separação dos componentes, comprometendo a segurança e a garantia.
  • Utilize sempre reparos recomendados desde que o furo seja limpo e preenchido
  • Os consertos dos pneus devem respeitar a norma ABNT (NBR NM 225) e as instruções do
  • fabricante dos materiais que serão utilizados no conserto.